Procure Edições Antigas

domingo, 3 de junho de 2012

Caras mais velhos sabem o que fazem...

"Vai, pode falar, pode escrever 
Eu vou me entregar 
No meu lugar, quem não faria? 
Diz que é loucura, diz que é besteira
Mas eu não vou ligar 
Não tente entender 
E o tempo dirá 
A sina é sonhar 
Que eu pago pra ver 
Qual meu lugar 
Que a vida é um dia 
Um dia sem culpa 
Um dia que passa aonde a gente está"
(O que se quer - Marisa Monte)



Ah, e como eles sabem. E eu sou só um garoto. Eles sabem muito bem como agradar um garoto. Depois de tanto tempo, depois de uma decepção, depois de me planejar tanto para não sofrer mais de novo, eis que surge ele na minha vida. Na verdade, ele sempre esteve por perto e eu talvez nunca tenha dado a atenção merecida.

Conheci o Alex há pouco mais de um ano, antes mesmo de conhecer o meu primeiro namorado. Só o conhecia pela internet, porém conversávamos bastante. De cara, gostamos um do outro. Confesso que o fato de ele ser 15 anos mais velho me deixava ainda mais curioso e interessado. Marcamos diversos encontros que não deram em nada. No final, eu sempre hesitava a encontrá-lo, não sei se por medo ou por incerteza mesmo se realmente queria avançar com ele. Até que certo dia eu desmarquei um encontro com ele para conhecer meu ex-namorado, e acabou dando no que vocês já devem ter deduzido.

Óbvio que o Alex ficou puto chateado comigo naquela época, confessou-me recentemente. Me disse que se sentiu trocado. Mas em pouco tempo voltamos a nos falar, como amigos, e ele sempre esteve por perto desde então. Próximo ao término de meu namoro, ele se aproximou bastante, como se sentisse o quanto eu estava precisando de alguém que me ouvisse naquele momento. Teria sido a entrada estratégica? Porque depois disso, quase um ano depois de termos nos conhecido, eu me lembrei o quanto o achava interessante e o quanto o fato de ele ser 15 anos mais velho me deixava ainda mais excitado ansioso por conhecê-lo...

Depois do término do meu namoro, voltamos a demonstrar mais interesse um pelo outro do que simplesmente uma amizade. Outras várias marcações de encontro que não deram em nada nos levaram até a última quarta-feira, dia 30 de maio de 2012. Nos encontramos lá, naquela praça cheia de significado... Confesso que ele me pareceu ainda mais atraente pessoalmente. Confesso que me deixei levar pelas suas atitudes, pelas palavras que ele sabia que eu queria ouvir. Confesso que cedi ao seu convite de um contato mais, digamos, íntimo... Lá mesmo, próximo àquela praça...

Os passos já eram contados, e a turbulência daquele elevador antigo já passava despercebida perto do atmosfera de curiosidade e desejo que nos envolvia. E foi ali, naquele quarto de motel próximo a Cinelândia, que Alex me provou o que eu já desconfiava: caras mais velhos sabem o que fazem... Sabem exatamente como encantar um rapaz de vinte e poucos anos. Tudo nele me parecia ainda mais atraente entre aquelas 4 paredes fartas de presenciarem as mais diversas histórias de amor e erotismo.

Amor e erotismo. Queria eu ter a certeza e a coragem tão veladas, como as expressas nas de Marisa Monte, de admitir que era exatamente isso que eu estava sentindo. Garotos têm duvida. Garotos não sabem o que querem. Garotos tem medo de cair da bicicleta, por mais que tenha alguém os dando o apoio e a certeza de que eles não vão cair de novo. Alex é um homem incrível, lindo, simpático, inteligente, seguro de si... Ele é tudo que eu queria e precisava encontrar em um cara. Também sinto que as intenções dele são as melhores, de modo que nunca antes alguém tivera tais intenções em relação a mim. Porque então eu ainda tenho dúvida?

Há quem diga que a vida é uma só, e ela passa rápido... Devemos vive-la intensamente. Mas é tão difícil voltar a subir na bicicleta depois do primeiro tombo... Mais difícil ainda é tomar uma decisão sem ter certeza do que realmente quer, sem ter certeza se suas vontades futuras podem acabar magoando alguém. O que eu sinto pelo Alex é tão especial que jamais teria coragem de magoá-lo por qualquer motivo que seja. No entanto, minha única certeza é que, nesse momento, só o que eu quero é voltar a ouvir sua voz e sentir o calor do seu abraço... Me resta torcer para que ele, além de saber o que fazer para me conquistar, também saiba que garotos como eu nunca têm certeza do que querem, pelo menos por hora...
"Mas se eu tenho tanto a  perder 
Eu perco é o medo  
Do que a sorte lê 
Sabe quem quer 
Sabe quem tem 
O que se quer"
(O que se quer - Marisa Monte)




É isso por hoje, meus lindos... Até o próximo! 

12 comentários:

E ヅ disse...

Vaaai, Sabrina!!!!

Ma disse...

Hehehe, como disse uma vez pra minha irmã, o ponto G de muita gente é na orelha. Ele descobriu o seu e acertou em cheio

De resto, mais velhos são sempre interessantes, heheh

FOXX disse...

"Garotos têm duvida. Garotos não sabem o que querem. Garotos tem medo de cair da bicicleta, por mais que tenha alguém os dando o apoio e a certeza de que eles não vão cair de novo." DISSE TUDO!

railer disse...

verdade isso. e como sabem.
já aprendi muito e também já ensinei. rs

Marcelo Dalcom disse...

Adorei relato.... muito bacana...e quem não passou por isso?

Raphael Martins disse...

A entrada foi digamos que providencial. E só confirmou minha tese de que a senhorita faz ponto na Cinelândia... kkkk

Walmir Neto disse...

Bem, essa história você me contou Sem cortes e sem edição. É, amigo, vamos ver no que vai dar. Pelo menos mais uns Big Macs, né?

Ric disse...

Eeer, digamos que não tive a mesma sorte que você ):
Mas uma coisa é inegável, rapazes mais velhos tem um papo divino!

Fazem com que você se sinta bem, sabem o que falar, quando falar...

Detalhes sobre o Alex, hein, quero saber se ele te merece.

Abraço, Julio.

Alex disse...

Quero dizer que fiquei emocionado em ler essa historia tão linda, e saber que faço parte dela. Conhecer o Julio, foi incrivelmente maravilhoso, um rapaz bem fofo, interessante e inteligente. E dizer que estou apaixonado por esse rapaz, tão carinhoso e tão envolvente... e quero fazer ele feliz

"Obrigado por aparecer na minha vida, e me deixar bem e feliz...pois te amo"

Sandro Katt disse...

Estou te devendo esse comentário...
Peço desculpas pela demora e por ter te ligado no dia do babado... (OREMOS)
Enfim, querido, ADOREI A NOVIDADE!!!
Aproveite a vida fuja de malucos vc sabe de que estou falando!!!
Bjinhos

Sandro

Cara Comum disse...

Olha, eu, por experiência própria sei que "caras mais velhos sabem o que fazem...". AMO!

Beijos!

Willo disse...

Achei o texto por acaso no Google, adorei, você escreve muito bem, parabéns