Procure Edições Antigas

domingo, 3 de abril de 2011

Montanha Russa

"Não tenha medo
Não preste atenção
Não dê conselhos
Não peça permissão
É só você quem deve decidir o que fazer
Pra tentar ser feliz
"

(Teorema - Legião Urbana)



Eis-me aqui... Como sempre estive, só que mais confuso que nunca. Sim, esses últimos 4 meses foram os mais loucos da minha vida. Nunca antes eu vivi com tanta intensidade. Chega uma hora que agente cansa de ser o cara certinho, o orgulho da familia. Chega uma hora que agente passa desconsiderar a cobrança dos outros e acaba se cobrando sobre a própria felicidade. Foi então que eu cheguei, parei e pensei: O que eu fiz até hoje da minha vida? Será que eu fui feliz??? Feliz eu sei que eu fui, mas será que eu fui feliz do jeito que eu queria? Com a intensidade que eu queria? Não.. Justamente porque eu sempre me impotei com a opinião dos outros. Eu sempre quis ser um exemplo, mesmo que isso me custasse a privação de muitas coisas.

Só que uma hora agente cansa... A vida vai passando, sabe? O tempo não para, nunca parou, muito menos para me esperar decidir ser feliz. Eles vem chegando (os 20), já faltam menos de 2 meses, sabiam? E o que eu fiz nesses quase 20 anos? "Desses 20 anos, nenhum foi feito pra mim..." Justamente porque eu não me deixei viver do jeito que eu julgo ser o certo, ou o mais prazeroso.

Foi pensando nisso que eu decidi embarcar nessa Montanha Russa. Quase sem querer, mas sem deixar de ser minimamente calculado. Eu só precisava dizer sim. Parece tão fácil, né? Três letrinhas, uma sílaba... Mas é tão difíciu. Como é que pode agente ter que lutar com todos os nossos mostros só para conseguir pronunciar três letras, uma silaba? Mas eu consigo... Todos conseguem, porque eu não conseguiria?

E lá fui eu, por esses caminhos tortuosos, fui viver. Das loucuras divertidas até a vibe gay da depressão. Tudo junto, um verdadeiro tornado (como diria esse cara da minha espécie, rsrs). É o momento de beber até passar mal, de falar mal dos outros, de ferir o ego, de recuperá-lo...  Da curiosidade, de experimentar coisas novas, pessoas novas (sim, experimentar pessoas novas). Mas tem sempre aquele gosto que agrada mais, que fica na memória. Aquele beijo que encaixa, e que você quer repetir (o quanto antes). Aquelas palavras, aquele perfume... E aí toda aquela loucura perde um pouco do sentido...

E é assim mesmo que acontece. No meio daquela adrenalina, na situação mais inusitada, no local mais inóspito, você encontra aquela pessoa que te faz querer sair dalí. A pessoa que te faz perceber que para ter aquela adrenalina toda, não precisa de montanha russa nenhuma, basta estar ao seu lado. A montanha Russa é dispensável, apenas um acessório. E foi assim que eu decidí, se você me der a mão, eu saio da montanha russa, de bom grado... Eu não preciso de mais caminhos tortuosos (na verdade, eu já até cansei dessa brincadeira), eu só preciso de carinho, e um pouco de atenção... De uma frase bonitinha, de um arrepio na nuca, e isso eu sei que você pode me dar (você sabe me dar).

"Não vá embora
Fique um pouco mais
Ninguém sabe fazer
O que você me faz
É exagero
E pode até não ser
O que você consegue
Ninguém sabe fazer
"

(Teorema - Legião Urbana)




Nossa, esse texto ficou uma bagunça... hahaha... Assim como foram essas ultimas semanas da minha vida. Mas enfim, estou feliz de ter escrito hoje... Foi como se eu tirasse uma tonalada em pensamentos, expectativas, angústias... Mas enfim, o que tiver de ser será... vamos deixar a vida seguir seu curso normal, no ritmo que tem que ser!

Um abraço a todos vocês... Estava morrendo de saudades! Até o próximo!

14 comentários:

Antonio de Castro disse...

às vezes me pego pensando essas coisas tb, sobre o q eu fiz da vida, sobre os 20 anos.

às vezes acho q não fiz nada e, ainda assim, há anos não sou exemplo de nada pra ngm.

é a vida rolando.

e quem disse que a vida em si não é já uma montanha russa?

se acessórios parece ser mais legal. quem disse que a montanha russa é um acessório?

Borboletas nos Olhos disse...

a vida é o que acontece entre os grandes eventos, baby. 20 anos é tão fofo!
Tava com saudades...

Rodrigo disse...

Adorei a musica.


boa semana.

wonderfulcauseiam disse...

Eu seria muito ousado em dizer que a vida não é uma montanh russa, e sim uma montanha japonesa?

wonderfulcauseiam disse...

Eu seria muito ousado em dizer que a vida não é uma montanh russa, e sim uma montanha japonesa?

..::voy::.. disse...

eita que eu queria poder dizer isso tb viu...
26 anos nas costas e digo com certeza que ate hj não fui feliz do jeito que eu queria ser.
fazes muito bem!

abraços do voy

Dino Costa disse...

tem hora que a gente nao precisa daquela adrenalina toda para ser feliz. Voce esta certo. Mas tem hora que a gente precisa dela desesperadamente.

Paulo Braccini disse...

"Justamente porque eu não me deixei viver do jeito que eu julgo ser o certo, ou o mais prazeroso."

Foi a maior descoberta de sua vida ... nunca a perca de vista e invista todas as suas energias nesta nova experiência.

bjão

Edu disse...

Adoro seus posts embalados a Legião! Porque a trilha sonora dá todo o sentido à bagunça! E que bom que depois de brincar no parque de diversões está pronto pra sentar e apreciar a paisagem com esse alguém. Boa sorte!!

Gui disse...

Eu sei bem disso, né?

Desculpa ter sido seu lado maluco nesses tempos.

Vou me redimir, gato. :)

Adoro você ^^

SG disse...

Também vejo que um pouco de tranquilidade não faz mal a ninguém.

Eu procuro evitar montanhas russas. Mas às vezes é inevitável.

Lobo disse...

Meio extremista esse ponto de vista. Temos que buscar aquilo que nos faz bem, mas será que isso sempre tem que estar associado a uma fase doidera?

Beijo Júlio!

Raphael Martins disse...

Mencionei vc numa postagem sobre vaidade no blog... rs

Jovem Urso disse...

Vish, nunca mais fiz postagens sobre os meus tornados, senão ia entupir o blog delas, hahaha

A vida tá tão bagunçada que eu nem me sinto + numa montanha russa, mas num Evolution, que gira, gira, gira, gira, GIIIIIIIIIIRA (que nem um peão do baú, hahahaha) e não sai do lugar. XD

Uma hora essas bagunças acabam, XD

Bjo e abraço, o/